Diária de hotel em Jeri chega a custar R$ 1mil/dia

By | 14/06/2015

Desfrutar de uma hospedagem que esbanje requinte e ofereça o máximo de conforto e um atendimento personalizado, apesar de não ser o único requisito para classificar uma viagem como luxuosa, contribui bastante para uma estadia exclusiva e cheia de glamour, mesmo nos destinos em que a rusticidade é a marca registrada. Em Jericoacoara, no litoral oeste do Estado, foi a própria solicitação dos visitantes que levou o Grupo My Blue a abrir um hotel de alto padrão, o Essenza, há um ano.

> Destinos mais exóticos são as opções de público alto padrão

> Dólar beneficia setor de joias

"Antes, o ‘must’ de Jeri era subir a duna do pôr do sol. Hoje, o que há de mais exclusivo no local são os nossos hóspedes assistindo o pôr do sol direto das suas varandas", compara a CAP do Essenza, Paula Simões, destacando como a exclusividade e o serviço diferenciado têm sido muito buscados por quem viaja pelo Ceará. Prova disso é que feriados como Corpus Christi e datas como Dia dos Namorados e Réveillon são sempre de lotação da capacidade.

"Para o Dia dos Namorados, tivemos um lista de espera de cerca de 10 apartamentos, e para o fim do ano, ainda não abrimos a nossa programação, mas já temos 45 solicitações de reservas confirmadas", explica a gestora. Ao todo, são 30 acomodações, rodeadas por uma piscina de mais de 1.200 m², com acesso direto aos quartos, sendo que 15 deles possuem uma piscina exclusiva na varanda.

Dentre os serviços que tornam o Essenza único e tão procurado no destino, Paula destaca a gastronomia do empreendimento, assinada por um chef trazido do Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, e o trabalho de concierge. "É um serviço totalmente exclusivo e diferenciado, que começa na pré-estadia e vai até o pós-atendimento. Antes do hóspede chegar, o concierge se ocupa de saber quais são as preferências dele, se tem perfil de esportista, se quer fazer passeios, se ele precisa de algum remédio", detalha.

Perfil dos clientes

O perfil do turista que busca este tipo de hospedagem, acrescenta a CAP do Essenza, é bastante equilibrado entre hóspedes estrangeiros e brasileiros.

"De agosto a novembro, o público é predominantemente estrangeiro. No Réveillon, é metade de estrangeiros e metade de brasileiros, com muita gente de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Nos fins de semana, para estadias mais curtas, recebemos mais o público da região", revela.

Nos sites de reservas de hotéis, uma diária no Essenza, durante o mês de julho, custa a partir de R$ 1.237, sem taxas e impostos. Além do Essenza, o grupo abriu, também no ano passado, o Blue Residence, que segue inspirado nos padrões de luxo, mas voltado para famílias maiores, uma vez que as acomodações possuem estrutura de cozinha, possibilitando o preparo de refeições.

"O Blue Residence é para essas famílias e também para os velejadores, que prezam pelo conforto quando estão em terra", acrescenta Paula.

Negócios