Desemprego subiu para 5,3% em janeiro, informa o IBGE

By | 26/02/2015
Carteira de trabalho, emprego, desemprego (Foto: Thinkstock)

A taxa de desemprego nas seis principais regiões metropolitanas do país ficou em 5,3% no mês de janeiro, informou, nesta quinta-feira (26/02) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É o maior índice desde setembro de 2013. O resultado ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções, que esperavam um resultado entre 4,50% e 5,60%, e um pouco acima da mediana de 5,00%. Em dezembro, a taxa de desocupação foi de 4,3%. O rendimento médio real dos trabalhadores registrou alta de 0,4% em janeiro de 2015 ante dezembro de 2014 e aumento de 1,7% na comparação com janeiro de 2014.

Renda
A massa de renda real habitual dos ocupados no país somou R$ 50,7 bilhões em janeiro, resultado que representa queda de 0,4% em relação a dezembro de 2014. Na comparação com janeiro de 2014, a massa cresceu 2,0%. Já a massa de renda real efetiva dos ocupados totalizou R$ 62,5 bilhões em dezembro de 2014, alta de 11,2% em relação a novembro. Na comparação com dezembro de 2013, houve aumento de 2,5% na massa de renda efetiva. O rendimento médio real dos trabalhadores em janeiro foi de R$ 2.168,80, contra R$ 2.161,20 em dezembro.

Revista Época Negócios