Deputados lançam frente de apoio ao parlamentarismo

By | 15/07/2015

Parlamentares lançam nesta quinta-feira (16) uma frente de apoio à implantação do sistema parlamentarista de governo no Brasil. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já declarou que pretende discutir o parlamentarismo, que dá protagonismo ao Congresso, e que conversa sobre o tema com outros agentes políticos.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, em junho, Cunha defendeu abertamente o sistema como o regime que deveria estar vigente no Brasil. "O parlamentarismo, do meu ponto de vista, protege o sistema político como um todo porque, numa crise política qualquer, cai o governo e não cai o Estado", afirmou o peemedebista.

Na manhã desta quinta-feira, uma frente parlamentar com apoio de 225 deputados e senadores será criada para atuar pela aprovação de projeto de lei para aprovar um projeto de emenda constitucional (PEC) de 1995, de autoria do ex-deputado Eduardo Jorge (PV-SP), que propõe a implantação do parlamentarismo no País e promover debates sobre o tema. 

A lista de deputados que apoiam a criação da frente é composta por parlamentares de ao menos 18 partidos, entre eles PV, que encampa a ideia, PSDB, PT, PMDB, PSB, PSOL e DEM.

O grupo receberá o nome de Frente Parlamentar Franco Montoro em Defesa do Parlamentarismo e foi de iniciativa do presidente nacional do PV, Luiz Penna (SP). Para o deputado, discutir o tema é uma forma de "combater os males" do sistema presidencialista.

O parlamentarismo foi defendido na convenção nacional do PSDB pelo senador José Serra (SP), que apontou que o modelo permite uma troca "sem traumas" de primeiro ministro, diferente do que acontece no presidencialismo.

Ultima Hora