Cunha afirma que PMDB não repetirá aliança com PT

By | 13/06/2015

"O PMDB dificilmente repetirá a aliança com o PT", disse enfaticamente o presidente da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha, ao falar sobre a relação entre os dois partidos em entrevista publicada neste sábado (13) pelo jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Logo depois, ele ainda reforçou a declaração: "Não repetirá".

Entre os pontos abordados por Cunha, estão a situação de Michel Temer como articulador político do governo de Dilma Rousseff e a popularidade da presidente. Já em relação ao posicionamento que adota, o líder da Casa não teme ser chamado de ditador. "Pior se eu fosse frouxo, não é?", comentou aos risos.

Segundo ele, a rejeição ao PT é muito maior que a de Dilma, mas ele afirma que a presidente não ficará sem o apoio da legenda. "Se eles a isolarem, vão ficar com que governo? Não vão ser oposição ao governo que elegeram".

Em relação ao atual sistema político brasileiro, Cunha parece não concordar com o presidencialismo. Segundo ele, o regime no qual existiriam a figura de chefe de Estado e chefe do governo, o parlamentarismo, é o mais ideal. "O parlamentarismo, do meu ponto de vista, protege o sistema político como um todo porque, numa crise política qualquer, cai o governo e não cai o estado."

Dentre os temas, no entanto, Cunha desconversou sobre a reeleição para o cargo de presidente da Câmara. Atualmente, a prática não é permitida, porém deputados estariam articulando a proposta. "Não tenho que alimentar esse tipo de especulação", afirmou Cunha ao dizer que não existem gestos dele nesse sentido.

Ultima Hora