COL da Copa diz que Del Nero deixou de receber salários como presidente do órgão

By | 25/12/2015
Marco Polo Del Nero, presidente da CBF (Foto: Rafael Ribeiro/ CBF/Divulgação)

O Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014 informou nesta quarta-feira (24/12) que o presidente do órgão, Marco Polo Del Nero, deixou de receber salários da entidade. A revelação de que o dirigente, mesmo licenciado da presidência da CBF desde o último dia 3, ainda mantinha o seu cargo remunerado no comitê foi publicada nesta quarta pelo jornal O Estado de S. Paulo.

"Apesar de continuar como presidente da entidade, o dirigente não tem recebido vencimentos", afirmou a assessoria do órgão. De acordo com o COL, Del Nero "afirma ainda que os reais valores estarão devidamente registrados em sua declaração de Imposto de Renda, assim como todos os seus outros vencimentos e bens".

Em depoimento à CPI do Futebol no Senado, semana passada, o dirigente declarou que não se lembrava qual era o seu salário no COL. Del Nero assumiu a presidência do órgão no dia 17 de abril deste ano, um dia após tomar posse como presidente do CBF.

O COL foi criado em 2008 para organizar a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo de 2014. A previsão era de que as atividades do comitê se encerram no máximo até o próximo dia 14, mas ainda não há uma data definida para o fechamento do órgão. O mandato de Del Nero é de três anos.

Revista Época Negócios