Brasil deve neutralizar emissões de gases até 2050, diz Observatório do Clima

By | 26/06/2015
Poluição Efeito estufa Meio ambiente Mudança climática (Foto: Getty Images)

O Observatório do Clima, rede que reúne entidades voltadas à discussão das mudanças climáticas, projetou nesta sexta-feira (26/06) em evento em São Paulo, que o Brasil pode reduzir suas emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE) para 1 bilhão de toneladas de gás carbônico equivalente até 2030, neutralizando esse número em 2050. Além disso, a ideia é que já a partir de 2020 as emissões per capita do Brasil fiquem abaixo da média global.

Esses números fazem parte do INDC, documento que o Observatório do Clima entregará ao governo brasileiro para que este delimite os compromissos que assumirá na COP-21, a conferência das Nações Unidas para mudanças climáticas, a ser realizada em Paris no fim do ano. INDC é a sigla, em inglês, para Contribuição Nacionalmente Determinada Pretendida.

O documento também coloca como meta que os orçamentos do governo a partir de 2020 incluam "recursos claros para financiamento das ações necessárias à consecução das metas propostas". Conforme o Observatório do Clima, o ano de referência para os objetivos propostos é 2010, quando foi implementada a Política Nacional sobre Mudanças Climáticas.

Ainda segundo o Observatório, essas metas, que incluem também zerar o desmatamento e recuperar pastagens degradadas, contribuiriam para que o aquecimento global não superasse 2 graus neste século.

Revista Época Negócios