BHP diz que ainda não foi formalmente notificada sobre ação judicial no Brasil

By | 30/11/2015
BHP Billiton (Foto: Getty Images)

A BHP Billiton afirmou que ainda não foi formalmente notificada sobre a ação civil planejada pelo governo do Brasil contra a companhia, a Vale e a joint venture entre elas, a Samarco Mineração, por causa do rompimento da barragem em Mariana no início deste mês. Em um comunicado enviado por e-mail, a BHP afirmou que vai "avaliar a ação assim que ela for aberta".

O processo pedirá cerca de R$ 20 bilhões para um fundo que ajudará nos esforços de recuperação do Rio Doce, que foi contaminado pela lama liberada pela barragem.

A BHP disse estar comprometida a "apoiar a Samarco na reconstrução da comunidade e na restauração do ambiente afetado" pelo desastre.Na sexta-feira (27) a Vale e a BHP afirmaram que vão criar um fundo voluntário para ajudar a reabilitar o sistema hídrico do Rio Doce, mas não informaram quanto em dinheiro estará disponível. Centenas de pessoas ficaram sem casa e pelo menos 11 morreram depois de a lama liberada pela barragem encobrir comunidades inteiras.

Segundo a BHP, a Samarco está trabalhando com autoridades do governo para realocar para casas alugadas as pessoas que estão em acomodações temporárias, o que deverá acontecer até fevereiro. A Samarco e autoridades locais também estão avaliando a qualidade da água do Rio Doce, afirmou a BHP. Fonte: Dow Jones Newswires.

Revista Época Negócios