Australianos produzem primeiro motor de avião a jato com impressora 3D

By | 26/02/2015

Um grupo de cientistas da Austrália produziram com uma impressora 3D um motor para aviões a jato, o primeiro de seu tipo no mundo, informou nesta quinta-feira (26/02) a imprensa local.

O novo motor, do qual se espera que resulte na produção de aviões a jato mais baratos, leves e mais eficientes em relação ao consumo de combustível, foi criado após uma associação entre a Universidade de Monash, em Melbourne, e a empresa Amaero Engineering, segundo a emissora local "ABC".

A invenção, que abre as portas para a fabricação de motores em um período mais curto, atraiu a atenção de empresas aeronáuticas como Airbus, Boeing e a fabricante de material militar Raytheon.

"Pode-se obter rapidamente o produto final, por isso as vantagens desta tecnologia são a rápida criação de um protótipo e a produção rápida desses protótipos em grande escala", disse o subdiretor de pesquisas da Universidade de Monash, Ian Smith.

Além disso, "partes podem ser produzidas sob medida, o que não poderia ser feito com as tecnologias clássicas de engenharia", afirmou Smith à "ABC".

O projeto começou há dois anos quando a empresa aeroespacial francesa Safran pediu que os cientistas da Universidade de Monash fabricassem um de seus antigos motores.

Atualmente, os cientistas produzem protótipos secretos para a companhia francesa, assim como para a Boeing e a Airbus, segundo a emissora australiana.

Revista Época Negócios