Apple lança novo serviço de música compatível com Android e Windows

By | 09/06/2015
Apple Music  (Foto: Divulgação)

Depois de muita especulação e rumores, a Apple confirmou hoje o lançamento de seu próprio serviço de streaming de música: o Apple Music. Com rádio 24 horas, curadoria de 'especialistas' e sugestões de listas personalizadas, o Apple Music será compatível não apenas com o iOS, como também com o Android e Windows. 

Com o Apple Music, segundo a empresa divulgou hoje durante a sua conferência anual, o WWDC, será possível ter acesso ao seu iTunes, no caso de usuários Apple, e escutar offline as músicas gravadas. Novos artistas e álbuns serão acrescentados toda a semana e a Apple promete uma recomendação personalizada de playlists, dependendo da atividade que você for fazer.

+ Apple apresenta iOS9, novo Mac e nova versão para Apple Watch 

Os artistas terão canais exclusivos, onde poderão publicar suas últimas músicas, fotos de bastidores, cifras e novos remix. Os usuários poderão curtir e se comunicar diretamente com eles. Comunicar "fãs e artistas", aliás, foi um dos pontos enfatizados pela empresa.  A Siri também marcará presença: será possível utilizá-la para pedir uma música específica que pode ser a do seu iTunes ou, por exemplo, um hit de janeiro de 1984.  Já o serviço de rádio estará disponível para 100 países — as transmissões partirão de Los Angeles, Nova York e Londres. 

No palco para apresentar o serviço, surgiram Jimmy lovine, um dos fundadores da Beats, e Eddy Cue, vice-presidente sênior de softwares e serviços de internet da Apple. A Beats tem um papel importante neste novo produto da Apple. A fabricante de fones e acessórios de música do rapper Dr. Dre foi adquirida em maio de 2014 por US$ 3 bilhões. Após a aquisição ser revelada, surgiram especulações de que, com a Beats, a Apple queria entrar de vez na indústria musical e que aquele seria um passo para o lançamento de um serviço de streaming próprio. O Apple Music prova este caminho hoje. 

O Apple Music estará disponível no dia 30 de junho em 100 países e será compatível com iOS 8.4 do iPhone, iPad e iPod touch. Na primavera (do Brasil) será lançada a versão para Android. Custará US$ 9,99 por mês —mesmo preço do Spotify nos Estados Unidos (o Spotify, no entanto, oferece uma versão gratuita, com recursos para ouvir as música com WiFi). Ainda não há informações sobre quando o Apple Music chega ao Brasil. Aqui, os serviços de streaming Deezer e Spotify saem por R$ 14,90 

Revista Época Negócios