Aceitação de casais gays não está na pauta de sínodo da família do Vaticano

By | 23/06/2015

 Um documento ainda em elaboração para uma reunião sobre a família no Vaticano revelou nesta terça-feira que seus organizadores não querem que a maneira como a Igreja deveria acolher os casais homossexuais seja um tópico de destaque.

O encontro de bispos de todo o mundo, ou sínodo, será realizado no Vaticano entre os dias 4 e 25 de outubro, e seus preparativos vêm sendo apimentados por discussões sobre possíveis reformas, especialmente em temas relacionados a casais gays e católicos divorciados.

Ativistas de direitos dos gays esperavam que o rascunho, o último antes do sínodo, pudesse resgatar pelo menos parte da linguagem conciliadora sobre a atenção pastoral dada aos casais gays que veio à tona em um encontro preparatório no ano passado.

O documento também indicou que não haverá mudança tão cedo na regra que proíbe os católicos que se divorciaram e voltaram a se casar fora da Igreja de receberem a comunhão, a menos que se abstenham de relações sexuais.

Em um relatório provisório elaborado durante o encontro preparatório de outubro passado, os bispos falaram mais positivamente do que nunca sobre os homossexuais – mas o fraseado foi amenizado ou eliminado no final da reunião após uma reação dos religiosos conservadores.

Internacional